Ao navegar no meu website, concorda em usar os cokies necessários.
Ao navegar no meu website, concorda em usar os cokies necessários.

Biblioteca de Arte Arq.to Fernando Morais

É um projecto que trarei sempre no coração por ter sido o primeiro. Fruto de um contacto entre o Arq.to Fernando Morais, cliente e amigo de meu Pai, a hipótese de organizar um leilão com toda a sua biblioteca de arte foi posta em cima da mesa logo após as primeiras conversas sobre a venda da Biblioteca e, chegados a acordo, foi tempo de pôr mãos à obra para a grande empresa que foi desde o início até final.

Apenas com a experiência, apesar de tudo já longa, de participação em leilões como comprador, organizar a Biblioteca para leilão representou um enorme desafio e uma enormíssima escola onde aprendi os mais importantes rudimentos da organização de leilões.

O primeiro grande desafio foi a inventariação. Com mais de 1200 títulos a inventariar, encaixotar e transportar para as instalações da SILVA’S Leiloeiros, guardados num prédio da baixa de Lisboa do século XIX com um pé-alto de mais de 3,5 m, num 4.º e 5.º andares sem elevador foi obra…

O resultado não poderia ter sido melhor, tendo vendido grande parte de todo o espólio na primeira colocação.Recordarei sempre com saudade da D. Nair Silva e seu marido, estes já desaparecidos, mas especialmente não esquecerei a Antonieta, então funcionária da SILVA’S e hoje a gozar a sua merecida reforma, sempre pronta, solícita e incansável para que tudo corresse da melhor maneira.


Os primeiros leilões

Categories

É um projecto que trarei sempre no coração por ter sido o primeiro. Fruto de um contacto entre o Arq.to Fernando Morais, cliente e amigo de meu Pai, a hipótese de organizar um leilão com toda a sua biblioteca de arte foi posta em cima da mesa logo após as primeiras conversas sobre a venda da Biblioteca e, chegados a acordo, foi tempo de pôr mãos à obra para a grande empresa que foi desde o início até final.

Apenas com a experiência, apesar de tudo já longa, de participação em leilões como comprador, organizar a Biblioteca para leilão representou um enorme desafio e uma enormíssima escola onde aprendi os mais importantes rudimentos da organização de leilões.

O primeiro grande desafio foi a inventariação. Com mais de 1200 títulos a inventariar, encaixotar e transportar para as instalações da SILVA’S Leiloeiros, guardados num prédio da baixa de Lisboa do século XIX com um pé-alto de mais de 3,5 m, num 4.º e 5.º andares sem elevador foi obra…

O resultado não poderia ter sido melhor, tendo vendido grande parte de todo o espólio na primeira colocação.Recordarei sempre com saudade da D. Nair Silva e seu marido, estes já desaparecidos, mas especialmente não esquecerei a Antonieta, então funcionária da SILVA’S e hoje a gozar a sua merecida reforma, sempre pronta, solícita e incansável para que tudo corresse da melhor maneira.


Os primeiros leilões