Esta semana…

(1). Em virtude do adiamento para Setembro da Feira no Grand Palais, a SLAM criou um evento a que chamou Grand Palais Virtuel. A partir de 23 de Abril descubra o catálogo de mais de 190 profissionais de todo o mundo aqui: https://www.salondulivrerare.paris/

(2). No Blog da DRUPA, a maior feira de artes gráficas da Europa, estão a ser publicados uma série de artigos sobre as invenções de Guttenberg: Part 1: Punch and Matrix;  Part 2: Hand MouldPart 3: Type and type casePart 4: Composing stick and hand composition

(3). A BRITISH LIBRARY digitalizou alguns dos mais bonitos globos da sua colecção. Agora pode vê-los a partir de casa: https://www.bl.uk/maps/articles/european-globes-of-the-17th-and-18th-centuries

(4). Para ajudar a passar alguns minutos neste tempo de confinamento, a LIBRARY OF CONGRESS e o Canal História realizaram um conjunto de pequenos vídeos sobre os seus tesouros: https://www.loc.gov/collections/hidden-treasures-at-the-library-of-congress/about-this-collection/

(5). Programado para estrear para o grande público a 20 de Março, o premiado documentário The Booksellers foi forçado ao confinamento, até agora graças às salas virtuais nos EUA. Infelizmente ainda não é possível vê-lo em Portugal. Esperemos que não demore a chegar aos canais de stream ou ao DVD. Entretanto pode ficar de água na boca com o trailer e vá espreitando o site à espera de boas notícias. https://booksellersdocumentary.com/

(6). Nos EUA, algumas editoras universitárias colocaram à disposição de todos um vasto conjunto de títulos até agora pagos. https://www.publicbooks.org/public-books-database/

(7). O blogue da Bertrand sugere visitas virtuais em vários museus do mundo relacionados com a leitura, aqui – https://www.bertrand.pt/blogue-somos-livros/livrolicos/artigo/10-exposicoes-virtuais-de-arte-para-livrolicos/167126

(8). Neste tempo de “tele-trabalho” – confessamos o nosso desgosto por esta expressão, como se o trabalho fosse virtual e não real, onde quer que ele se desenvolva e quaisquer que sejam as suas ferramentas -, lembramos aqueles cujo centro da sua actividade profissional depende do contacto com o objecto, como é o caso de arquivistas e bibliotecários. Se se pensa que estão em casa sem fazer nada, porque é impossível catalogar sem estar na presença do objecto, desengane-se. Pelo menos para os profissionais da secção de Colecções Especiais da Universidade de Cambridge. Um artigo interessante sobre o que faz um arquivista-bibliotecário em Cambridge em tempos de recolhimento – https://specialcollections-blog.lib.cam.ac.uk/?p=19956

(9). Finalmente, a ILAB-LILA promoveu um “webinar” em que se debateu como a crise provocada pelo Covid 19 está a afectar o negócio dos livros antigos e raros. Aqui pode ver o vídeo da discussão; e aqui um resumo da mesma.